NOTÍCIAS

Quinta-feira, 13 de Julho de 2017, 17h:23

Olho 11 acessos A | A

Policiais de MT são presos no Maranhão por manter família refém

Dois policiais militares do batalhão da Rotam de Mato Grosso, o soldado Edoriel Tales Taques Albuquerque e o cabo Wellington Bispo Nunes, foram presos na tarde desta quarta-feira (12) no município de Santa Luzia (MA), a 294 km da Capital São Luiz, acusados de fazerem uma família de refém por causa de uma cobrança de dívida.

Segundo a polícia do Maranhão, os dois policiais de Mato Grosso agiram em conjunto com outros dois homens, que também foram presos, e chegaram a manter uma família, refém, amarrada, sob a mira de armas para forçar o pagamento da tal dívida.

Foram apreendidos, além das armas usadas, rádios de comunicação.

O caso está sendo apurado pela Polícia Civil do Maranhão.

A Polícia Militar de Mato Grosso emitiu uma nota à imprensa dizendo que ainda não recebeu nenhuma informação oficial sobre as circunstâncias sobre os crimes praticados pelos policiais, mas será aberto um Inquérito Policial Militar (IPM) para apurar a conduta dos militares.

Leia a nota na íntegra

A Polícia Militar informa que tomou conhecimento da prisão de dois policiais do Batalhão Rotam, um cabo e um soldado, no Estado do Maranhão, porém não recebeu nenhuma informação oficial sobre as circunstâncias e os crimes a eles imputados.

Informa ainda que além das implicações a que estão sujeitos na Justiça comum, um Inquérito Policial Militar (IPM) será instaurado pela Corregedoria da PMMT para apurar a conduta de ambos.

De acordo com o comandante do Policiamento Especializado (Cesp) da Polícia Militar, coronel Henrique Correa Santos, os dois policiais viajaram após pedir dispensa para resolver questões pessoais.

O comandante das unidades especializadas lamenta pelo ocorrido e reforça que a Polícia Militar repudia atos dessa natureza.


VINICIUS MENDES - REPÓRTER MT