PUBLICIDADE

X

ARTIGOS

Sexta-feira, 30 de Julho de 2021, 09h:18

Olho 646 acessos A | A

LEDSON CATELAN 

Jurista diz que Cáceres deverá ter obrigatoriamente vereadoras na Câmara a partir de 2024

Por: Ledson Glauco Monteiro Catelan

Ledson Catelan

Clique para ampliar

LEDSON G M CATELAN Advogado - Especialista em Direito Civil e Processo Civil e Mestrando em Direito Constitucional

A proposta que impõe aos partidos a aplicação de recursos do fundo partidário na promoção de candidaturas femininas a partir de 2022 que deve ser aprovada na minirreforma eleitoral até setembro deverá obrigatoriamente reservar quatro vagas para mulheres a partir de 2030 no legislativo cacerense é o que aponta o jurista Ledson Catelan. 
Os partidos deverão reservar 30% das vagas nas eleições para mulheres, independente do número de candidatas, e destinar 30% dos recursos do Fundo Partidário e do Fundo Especial de Financiamento de Campanha para candidaturas femininas. As mulheres terão também 30% do tempo de rádio e TV nas campanhas.
Catelan disse que torce para a aprovação da proposta e defende que é necessário que haja maior participação das mulheres e que isso é sinal que a sociedade tem entendido sobre o modelo de nova política.
“Nosso grupo de direita conservadora liderado pelo Engenheiro Nakamoto já esta recebendo inclusive filiações das mulheres em Cáceres para participar da política e com certeza em 2024 as mulheres ocuparão um maior espaço na Câmara de Vereadores”, explicou Catelan.
Ledson Catelan explica que a proposta dará voz e vez às mulheres a partir do ano que vem.
"Teremos finalmente uma reparação histórica para as mulheres. A proposta prevê que as vagas para elas vão crescer em 18% a partir de 22, e devem chegar a 30% em 2030. Vamos ter mulheres com voz e vez a partir do ano que vem no nosso Estado", conclui o jurista.