PUBLICIDADE

X

ARTIGOS

Terça-feira, 16 de Outubro de 2018, 09h:34

Olho 580 acessos A | A

CLÁUDIO CORDEIRO

Marketing Político, Já Começo

Por: Cláudio Cordeiro

Cláudio Cordeiro

Clique para ampliar

Sim, para os que foram eleitos e também para os que não. Cabe a partir de agora iniciar o trabalho mais importante que muitos ignoram e deixam apenas a cargo do Marketing Eleitoral, erro crasso.

Se não vejamos, com o advento das campanhas cada vez mais curta, exige mais do que nunca o inicio imediato de todo um processo estratégico que se chama Marketing Político e que se diferencia muito, muito, do Marketing Eleitoral. A diferença simplista é que este é executado fora do processo eleitoral e o outro durante as campanhas.

Faz-se necessário a partir de agora o inicio da segmentação, a criação dos canais exclusivos e corretos para as mídias digitais, da assessoria de imprensa, da publicidade, das prestações de contas entre outros. Devemos nos abster do antigo e excessivo modelo de divulgação: “irritar os 90% de seu publico que não está interessado em seu produto para atingir os 10% que podem interessar-se”

Criar conceitos e fortalece-los durante essa caminhada é que o vai franquear novamente a pedir o voto ao seu eleitor. Sem falar é claro que o custo se reduz drasticamente e as chances aumentam na mesma proporção.

Com o poder e sem ele não se pode explorar de forma desorganizada e desenfreada a comunicação, pois hoje mais do que nunca é imprescindível usar de forma eficiente os recursos disponíveis e sempre é um ledo engano achar e continuar achando, por isso as pesquisas, o feeling e o planejamento devem sempre andar de mãos dadas.

Enfim, inicia-se um novo tempo, com novas oportunidades que a maioria do bom brasileiro acaba desperdiçando e deixando pra ultima hora e isso sempre acaba sendo fatal, tanto para quem já está no poder ou para quem busca.

Já presenciei nessa minha caminhada muitos gestores e legisladores que não conseguiram se reeleger mesmo com o uso da maquina, vindo a perder apenas por não fazer o simples dever de casa. Isso é muito comum quando o politico é blindado pelos seus escolhidos, quando abandona quem o ajudou a conseguir a vitória, quando não exerce satisfatoriamente o mandato, quando pensa ou acha que é Deus, quando não presta conta aos eleitores, pelo fogo amigo e também quando usam a mídia se expondo desnecessariamente e de forma excessiva sem estratégias bem definidas. Do mesmo modo pra quem não está no poder começa agora a busca de leads, os contatos, os mailings segmentados, os testes e introdução de novos conceitos e planejamentos estratégicos que visam criar e fortalecer a imagem.

Para quem quer conseguir chegar lá ou dar continuidade, fica aqui o inicio do longo caminho a ser percorrido. Sempre conte com a ajuda de um profissional que poderá trilhar com você esse caminho.

 

 

Cláudio Cordeiro – Publicitário, Advogado, Consultor Politico ABCOP, Membro ALAP, Diretor da FENAPRO e da Agência Gonçalves Cordeiro Comunicação Multiplataforma