PUBLICIDADE

X

ARTIGOS

Sábado, 04 de Julho de 2020, 12h:46

Olho 713 acessos A | A

LEDSON GLAUCO MONTEIRO CATELAN

Sua empresa está em colapso?

A Recuperação Judicial como alternativa em tempos de pandemia

Por: Ledson Glauco Monteiro Catelan

LEDSON GLACO MONTEIRO CATELAN 

Clique para ampliar

LEDSON GLACO MONTEIRO CATELAN  Advogado – OAB/MT 14.309  PROFESSOR UNIVERSITÁRIO  ESPECIALISTA EM DIREITO BANCÁRIO 

A Pandemia do Novo Coronavírus tem feito com que muitos Prefeitos e Governadores tomem decisões atabalhoadas para enfrentamento dessa doença, como Toque de Recolher e Lockdown, no sentido de impedir a proliferação da doença.

Contudo, essa medida nada tem resolvido quando não aplicada a uma maciça medida de investimento na infraestrutura na saúde, como testes em massa, distribuição de medicamentos, e investimentos em enfermarias, utis e respiradores. Sem investimentos, fecham ruas, praças e comércios, como se esses fossem os vilões da história. Proliferando a morte de muitos CNPJs, empregos, e aumento da pobreza, e consequentemente mortes de outras enfermidades por falta de tratamento e fome.

Desta maneira, sem TEMOR, a RECUPERAÇÃO JUDICIAL é uma ferramenta para preservação das empresas que mantém sua função social, empregos e atividade econômica. É regida pela Lei 11.101/2005 e foi criada para amparar empresas em situação de crise-econômico-financeira, ajudando em sua organização a fim de viabilizar a completa quitação de seus débitos junto aos seus credores (fornecedores, instituições financeiras, trabalhistas), utilizando-se do auxílio e supervisão do judiciário.

Sendo assim, o objetivo da Lei de Recuperação Judicial é fazer com que uma empresa que esteja em crise financeira, tal como a que ronda o empresário nesses tempos de PANDEMIA, causadas pelo covid 19, NÃO FECHE SUAS PORTAS, tendo fôlego para manter a sua atividade empresarial, mantendo empregos e satisfazendo o interesse de credores.

Por meio da Recuperação judicial é possível buscar auxílio judicial com o objetivo de apresentar um plano de ação eficiente e capaz de satisfazer os interesses de funcionários e credores, além de buscar manter a empresa em funcionamento.

Portanto, a RECUPERAÇÃO JUDICIAL permite ao empresário lutar para sair dessa situação financeira crítica por meio de obtenção de melhores resultados.

 

LEDSON GLAUCO MONTEIRO CATELAN

Advogado e Professor Universitário

Especialista em Direito Empresarial, Bancário e Processo Civil