PUBLICIDADE

X

CIDADE

Quarta-feira, 23 de Setembro de 2020, 07h:50

Olho 1483 acessos A | A

COMBATE AO COVID-19

340 pacientes se recuperaram da Covid-19 no Hospital São Luiz, em Cáceres

Mais de 49% dos pacientes recuperados tinham idade a partir dos 50 anos. A unidade é referência para casos graves da doença na região do Alto Pantanal

Por: Redação

Joner Campos

Clique para ampliar

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, o HSL é a principal referência na região para os casos graves da doença.

No dia 22 de setembro, o Hospital São Luiz (HSL) alcançou a marca de 340 pacientes recuperados da Covid-19 na região de Cáceres, no Alto Pantanal de Mato Grosso.

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, o HSL é a principal referência na região para os casos graves da doença.

Para o diretor Assistencial Diego Davi Pes, o resultado simboliza o esforço conjunto de profissionais de saúde em cumprir os protocolos de atendimento mais efetivo neste momento em que ainda existem muitas dúvidas sobre o novo coronavírus.

“A pandemia trouxe um novo cenário para todas as regiões do País, ainda mais complexo e com várias dificuldades. No entanto, estar ao lado de profissionais que compreendem a luta e atuam contra a doença, salvando vidas, é uma dedicação que tem feito a diferença”, comenta.

Dos 340 pacientes recuperados, 168 (49,4%) têm idades acima dos 50 anos. Idosos e pessoas de doenças crônicas fazem parte do grupo de risco da Covid-19, sendo mais suscetíveis a complicações do novo coronavírus.

“A recuperação das pessoas que integram o grupo de risco da Covid-19 é uma evidência positiva de que é possível vencer o vírus, mesmo em situações de alta gravidade”, ressalta o diretor.

Desde o dia 18 de março, o Hospital São Luiz atende pacientes em uma ala dedicada exclusivamente para casos da Covid-19. Houve ainda a ampliação de leitos na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), recebendo pacientes referenciados dos municípios vizinhos.

Com 482 colaboradores, o HSL também oferece atendimento nas especialidades de Clínica Médica, Cirúrgica, Ginecologia, Obstetrícia, Pediatria, UTI Neonatal e UTI Adulto, Pronto Atendimento e Centro Cirúrgico com seis salas.

Referência para 22 municípios da região Oeste do Estado, e da vizinha Bolívia, o Hospital São Luiz possui 144 leitos — destes, 82% são destinados ao atendimento gratuito pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

A unidade realiza partos de alto risco e gestantes encaminhadas pelo município e possui serviços de diagnóstico e de procedimentos médicos, como ressonância magnética, tomógrafo, densitometria, ultrassom, ecocardiograma, laboratório de análises clínicas entre outros.

 

Sobre a Pró-Saúde

Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 24 cidades de 12 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.

A criação da Pró-Saúde fez parte de um movimento que estava à frente de seu tempo: a profissionalização da ação beneficente na saúde, um passo necessário para a melhoria da qualidade do atendimento aos pacientes que não podiam pagar pelo serviço. O padre Niversindo Antônio Cherubin, defensor da gestão profissional da saúde e também pioneiro na criação de cursos de Administração Hospitalar no País, foi o primeiro presidente da instituição.