PUBLICIDADE

X

CIDADE

Terça-feira, 24 de Março de 2020, 15h:52

Olho 340 acessos A | A

CORONAVÍRUS

Adriano cobra mais ventiladores mecânicos para aumentar capacidade de atendimento do Hospital Regional e São Luiz

Por: Sinezio Alcântara

Reprodução I RDNEWS

Clique para ampliar

Os hospitais São Luiz e Regional dispõe de a mesma quantia de ventiladores e monitores mecânicos que de leitos.

Representante de Cáceres, junto ao governo do Estado, o presidente da Fapemat, Adriano Silva, mantém contatos com o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, cobrando o envio de 170 ventiladores e monitores mecânicos para os hospitais Regional e São Luiz, em Cáceres. A ideia é reforçar a capacidade de atendimento dos hospitais contra o coronavirus.

A ventilação mecânica, através de ventiladores, consiste em um método de suporte para o tratamento de pessoas com insuficiência respiratória. Principal sintoma de pacientes infectados por coronavirus. Em Cáceres existem, pelo menos, três pacientes suspeitos de terem contraído o corona.

Os hospitais São Luiz e Regional dispõe de a mesma quantia de ventiladores e monitores mecânicos que de leitos. O Hospital São Luiz, de acordo com o diretor Jean Cleber Spricigo, dispõe de 148. Desse total, conforme a direção, 70 podem ser transformados em UTI,desde que receba os ventiladores mecânicos leitos.

No Hospital Regional existem 24 leitos. Sendo, 6 de UTI adulto, 10 pediatria e 8 em Box de Emergência que também funciona como leito. Em caso de “extrema necessidade” de acordo com o diretor administrativo Onair Nogueira, haveria a possibilidade de se transformar o auditório em UTI capaz de ampliar entre 20 e 25 leitos.

“Não queremos que essa pandemia atinja o nosso Estado a nossa população. Mas, não podemos ser pegos de surpresa. Temos que nos precaver. Estamos cobrando do governo, mais ventiladores e monitores mecânicos, assim como luvas e máscaras, para aumentar a capacidade de atendimentos dos nossos hospitais em caso de necessidade”.


Leia mais sobre este assunto