PUBLICIDADE

X

CIDADE

Quinta-feira, 14 de Novembro de 2019, 09h:07

Olho 1655 acessos A | A

EM FAMÍLIA

Pai e filho, moradores de Jauru representarão Mato Grosso na final do Campeonato Brasileiro de Tiro Esportivo no Rio de Janeiro

Por: Leandro Régis / Da Redação.

Reprodução

Clique para ampliar

A rápida evolução de João Vitor no esporte faz o pai sonhar com um pódio do garoto no Rio Janeiro.

No próximo dia 23, pai e filho, ambos moradores de Jauru irão representar Mato Grosso na final do Campeonato Brasileiro de Tiro Esportivo com Carabina de Ar Comprimido, que acontecerá no Rio de Janeiro.

O pai Resnick Fernandes, 39 anos, irá disputar a Final do Campeonato Brasileiro e a Copa Brasil. Já o filho João Vitor Barros de Freitas, 12 anos, por sua vez, irá disputar somente a Copa Brasil.

Confederado na modalidade há pouco mais de dois meses, e com tão pouco tempo de treinamento o pequeno João Vitor tem alcançado bons resultados. Nas duas últimas etapas, por exemplo, o garoto assegurou o 2º lugar da competição na categoria Juvenil.

A rápida evolução de João Vitor no esporte faz o pai sonhar com um pódio do garoto no Rio Janeiro.

“Temos treinado bastante com foco na final do Campeonato Brasileiro, que vai acontecer no Rio de Janeiro e as expectativas são as melhores possíveis. A gente embarca pra lá no dia 21 desse mês e estamos confiantes. A emoção de representar Jauru e o nosso estado de Mato Grosso em competições nacionais é algo inexplicável”, afirma Resnick.

Para o presidente do Clube de Tiro de Cuiabá (CTC), Marcus Corrêa, os números alcançados por João Vitor em tão pouco tempo de prática, comprovam que o menino tem futuro e pode ir muito além.

68ca72be-1145-4ab2-a64b-b980a596ee5e.jpg

Marcus acredita que a Copa Brasil, no Rio de Janeiro irá trazer conhecimento e mais maturidade ao jovem competidor. Segundo ele, é uma forma de incentivar e preparar o garoto para os novos desafios da modalidade.

A expectativa é de que a partir de 2020, João Vítor já possa ingressar como atirador da categoria ‘Carabina Olímpica’, com chances claras de disputar provas internacionais, como a Copa do Mundo, Sul-americano, Pan-americano e Olimpíadas.

Amante do esporte, o pai de João Vitor pratica Tiro Esportivo há quatro anos. Portanto, no que depender da família, apoio é o que não vai faltar.