PUBLICIDADE

X

CIDADE

Sexta-feira, 16 de Outubro de 2020, 19h:48

Olho 1455 acessos A | A

PANDEMIA

Toque de recolher começa nesta sexta (16) em Cáceres

Medida está relacionada a pandemia do Corona Vírus e se aplica aos horário noturno, entre 23h e 5h do dia seguinte.

Por: Willian Dalazem

Começou nesta sexta-feira (16) em Cáceres o toque de recolher decretado pelo prefeito Francis Maris Cruz (PMDB). A medida é relacionada ao momento de pandemia do Corona vírus e tem o objetivo de frear a disseminação da doença.De acordo com o decreto 545 de 13 de Outubro, está estabelecida uma medida temporária de isolamento social restritivo entre as 23h e 5h de todos os dias, até 02 de Novembro. Só poderão circular pela cidade neste período quem estiver tentando acessar ou prestar serviços na área de saúde, segurança pública e privada, assistência social, serviços públicos e serviços essenciais, “preferencialmente, de maneira individual, sem acompanhante”, diz trecho.Os serviços de delivery de alimentos poderão também funcionar até às 00h com “com a devida identificação dos entregadores, bem como dos funcionários necessários ao funcionamento dos estabelecimentos”.

LAZER, EVENTOS E TEMPLOS

Por meio do decreto também foram alteradas normas de saúde relacionadas as atividades em lugares públicos, comércios e outros estabelecimentos.Eventos sociais estão permitidos com a participação de até 50 pessoas. Eventos corporativos podem ser realizados com até 100 pessoas, respeitando o limite de 50% da capacidade máxima do local. Eventos Drive in não possuem restrição de público segundo o publicado.Cinemas, teatros, museus, bares, shows, casas noturnas e congêneres poderão operar com 50% da capacidade máxima. Todos os estabelecimentos devem seguir as regras de distanciamento de 1,5 metro entre as pessoas, exigir o uso de máscaras pelos clientes e respeitar o toque de recolher. Templos religiosos podem abrir respeitando o distanciamento social.Práticas esportivas coletivas com mais de duas pessoas estão proibidas em todos os estabelecimentos e também em lugares públicos, incluindo as praias do Daveron e Julião. Mesmo com a permissão para até duas pessoas, as regras de distanciamento social devem ser mantidas, com 2 metros entre um praticante e outro.

RESTRIÇÕES NO COMÉRCIO

Os comércios devem controlar a entrada de clientes para impedir aglomerações, com a limitação de entrada de uma pessoa por núcleo familiar e que esteja fora do grupo de risco. O distanciamento de 1,5 m deve ser mantido igualmente. Se necessário os comércios deverão “limitar os quantitativos para a aquisição de bens essenciais à saúde, à higiene e à alimentação sempre que necessário para evitar o esvaziamento do estoque”, diz o decreto. Aumentos abusivos dos preços dos itens essenciais à saúde, à higiene e à alimentação seguem proibidos.