PUBLICIDADE

X

EDUCAÇÃO

Sábado, 03 de Outubro de 2020, 10h:57

Olho 1444 acessos A | A

ENCONTRO COM GOVERNADOR

Ao governador, internos de medicina da UNEMAT pedem retorno às atividades

Reivindicação foi feita nesta quinta-feira (02) na chegada de Mauro Mendes (DEM) à Cáceres. Pedido se restringe aos internos do curso

Por: Willian Dalazem

Joner Campos I Cáceres Noticias

Clique para ampliar

internato de medicina da Universidade Estadual de Mato Grosso - Campus Cáceres reivindicaram o retorno às suas atividades.

Alunos do internato de medicina da Universidade do Estado de Mato Grosso - Campus Cáceres reivindicaram ao governador do estado nesta quinta-feira (02) o retorno às suas atividades. A manifestação foi feita pelos universitários logo na chegada do governador Mauro Mendes (DEM) no Aeroporto de Cáceres durante a manhã. O pedido se restringe aos alunos de internato, que realizam suas praticas no ambiente hospitalar. Segundo eles, o retorno das suas atividades é mais benéfico do que prejudicial, visto que podem atuar no atendimento médico durante a pandemia e não estão no ambiente de sala de aula.

Para o governador, os internos explicaram que a maioria dos cursos de medicina de outras universidades já retornou às atividades ou possuem data prevista para isto. Foram dados como exemplo: UNIC, UNIVAG e UFMT, entre outras. Ao grupo o governador prometeu uma reunião com o reitor da UNEMAT, Rodrigo Bruno Zanin, na próxima semana para resolver a situação. O deputado estadual Valmir Moretto (PRB) fez a ponte entre o grupo e o governador.

Os estudantes já haviam tentado contato com a reitoria antes, mas dizem não ter conseguido resposta. Eles ainda abriram uma denúncia na ouvidoria do Ministério Público Estadual. Em nota, a Universidade do Estado de Mato Grosso, disse que os estágios, dentro dos quais estão incluídos o internato “podem ser desenvolvidos por meio de atividades não presenciais, observados os projetos pedagógicos dos cursos e as diretrizes curriculares nacionais de cada curso”.

Confira a nota da UNEMAT na íntegra 

Nota de esclarecimento: Unemat vem oferecendo aulas por meio de Ensino Remoto Emergencial desde 10 de agosto O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Conepe), da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), aprovou em caráter excepcional, a oferta de componentes curriculares por meio de tecnologia de informação, comunicação e meios digitais, de forma emergencial, enquanto durar a situação de pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). Para os alunos em vulnerabilidade sócio econômica a UNEMAT viabilizou 3000 chips junto às empresas de telefonia móvel a fim de garantir o acesso de todos a oferta de componentes curriculares de forma remota.Até o final deste ano, serão oferecidos três Períodos Letivos Suplementares Excepcionais (PLSE), com início, respectivamente, em 10 de agosto, 13 de outubro e 7 de dezembro, todos na modalidade de Ensino Remoto Emergencial (ERE).No primeiro PLSE, que começou em 10 de agosto, foram oferecidas 1.274 disciplinas em toda a Universidade. Somente para o curso de Medicina de Cáceres, foram 58 componentes curriculares, que atenderam 315 estudantes matriculados. As inscrições para o segundo PLSE estão abertas. Desta vez, são 1.177 disciplinas ofertadas a toda comunidade acadêmica dos quais 55 componentes curriculares para Medicina.ESTÁGIOS, nos quais estão inseridos prática jurídica, estágios em empresas e instituições públicas, práticas hospitalares de enfermagem e internato médico, a Resolução 29/2020 – Conepe prevê ainda que podem ser desenvolvidos por meio de atividades não presenciais, observados os Projetos Pedagógicos dos Cursos e as Diretrizes Curriculares Nacionais de cada Curso, resoluções e pareceres dos CEE e/ou CNE, bem como a legislação pertinente de cada campo de atuação profissional.A resolução, de 3 de julho deste ano, que regulamenta a oferta de Períodos Letivos Suplementares Excepcionais (PLSE), pode ser acessada em: Resolução 29/2020 – Conepe.A instituição permanece atenta a todas as diretrizes internacionais e nacionais em relação a pandemia e busca permanentemente adequações de suas ações de tal forma a atender os anseios da sociedade, primando pela vida.

 

GALERIA DE FOTOS