PUBLICIDADE

X

EDUCAÇÃO

Terça-feira, 18 de Dezembro de 2018, 23h:00

Olho 320 acessos A | A

GESTÃO 2019-2022

Com homenagens e emoção, nova gestão da Unemat toma posse

Por: Nataniel Zanferrari

Cáceres Notícias

Clique para ampliar

A reitora Ana Di Renzo disse que a gestão se encerra com sensação de missão cumprida.

A gestão que comandará a Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) de 2019 a 2022 tomou posse na manhã de hoje, terça-feira (18), no Auditório Sophia Leite, na Secretaria Municipal de Indústria, Comércio, Meio Ambiente e Turismo de Cáceres (Sicmatur).

Em cerimônia simbólica, A magnífica reitora Ana Maria Di Renzo e o excelentíssimo vice-reitor Ariel Lopes Torres passaram o comando da Instituição para os professores Rodrigo Bruno Zanin e Nilce Maria da Silva. Rodrigo Bruno Zanin é pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da atual gestão, e Nilce Maria da Silva comanda a Gestão de Educação a Distância e a Universidade Aberta do Brasil/Unemat. A dupla assume oficialmente o comando da Universidade no dia 1º de janeiro.

O reitor e vice-reitora foram empossados pelo secretário de Estado de Ciência e Tecnologia de Mato Grosso, Domingos Sávio Boabaid Parreira, que representou o governador Pedro Taques no ato. Além da dupla de reitores atuais, da dupla eleita e do secretário, também compuseram a mesa de autoridades a vice-prefeita do município de Cáceres, Antonia Eliene Liberato, e o professor Adriano Aparecido Silvarepresentando o governador eleito, Mauro Mendes.

O secretário de Estado de Ciência e Tecnologia parabenizou a reitora que sai e desejou boa sorte ao novo reitor. “A importância da Unemat é inquestionável, é a universidade pública que faz com que as pessoas menos favorecidas tenham acesso ao ensino público de qualidade e é inegável que, sem a educação, o Brasil e Mato Grosso não irão para a frente”, afirmou Domingos Sávio. “A importância do ensino de qualidade e gratuito é muito grande, ainda mais em um estado que está em pleno desenvolvimento, como é o Estado de Mato Grosso, e quem ganha com isso é a população, principalmente aquela parcela da população mais carente, que precisa de um ensino gratuito e, principalmente, de qualidade”, defendeu o secretário.

A reitora Ana Di Renzo disse que a gestão se encerra com sensação de missão cumprida. “Foi muito trabalho, muitas noites sem dormir, mas muita dedicação, muito aprendizado e muita convicção de que o caminho da universidade pública e gratuita ainda é o melhor lugar no Brasil para formar pessoas com qualidade e com competência naquilo que fazem”, contou a reitora. “O modelo ainda é o mais acertado, uma vez que nós temos uma desigualdade socioeconômica brutal e a universidade pública permite que estas pessoas possam mudar a sua vida”, explicou a reitora.

O vice-reitor Ariel Lopes Torres também garante que a missão foi cumprida. “Desenvolvemos um projeto que foi debatido, discutido e executado por muitas pessoas a quem somos gratos por terem ajudado a executarmos o sonho de uma Universidade cada vez melhor”, afirmou o vice-reitor. “Esta é a Unemat, a universidade do povo do Estado de Mato Grosso, e ficamos emocionados ao encerramos um ciclo e cumprirmos uma missão, e rogamos agora ao bom Deus que Rodrigo e Nilce continuem com esta missão valorosa de reger a nossa Universidade”, desejou Ariel.

O reitor empossado, Rodrigo Bruno Zanin, garantiu que as expectativas são as melhores possíveis. “Sabemos que temos um desafio muito grande pela frente, que é fortalecer ainda mais a Universidade, tornar a Universidade mais próxima da população, da sociedade, e responder às demandas que a sociedade de Mato Grosso possui”, explicou o reitor. “Este é o nosso maior objetivo: atender esta comunidade. Por isso queremos fazer da Universidade cada vez melhor e mais forte, atendendo ainda mais a comunidade”, afirmou Zanin.

A vice-reitora empossada, Nilce Maria da Silva, também lembrou que a expectativa é de lutar e continuar lutando por esta instituição pública e gratuita. “Que ela continue pública e gratuita, e que com a nossa luta e a de todos os envolvidos que fazem parte da nossa Unemat, possamos fortalecer ainda mais esta relação com a sociedade, independente de qual seja o grupo”, afirma a vice-reitora. “Outra questão é lutar para que a Universidade seja ainda mais inclusiva, porque a nossa universidade é inclusiva e nasceu inclusiva, mas queremos que ela se torne ainda mais neste espaço para as pessoas que ainda não conseguiram acessar a instituição, pois é assim que se fortalece a Universidade”, defendeu Nilce.