PUBLICIDADE

X

EDUCAÇÃO

Segunda-feira, 30 de Novembro de 2020, 09h:02

Olho 1270 acessos A | A

FECHAMENTO E REMANEJAMENTO

Comunidade escolar protesta contra fechamento de escola em Cáceres

A Escola Prof. Milton Marques Curvo é uma unidade que atende Eja a mais de 40 anos em Cáceres

Por: Joner Campos I Cáceres Notícias

Reprodução

Clique para ampliar

O ato terá concentração na própria escola, Rua Bolívia, s/n, Zona Militar - atrás do auto elétrica Marista, nesta segunda (30/11) a partir das 17h30.

Professores, alunos e comunidade escolar da CEJA - Prof. Milton Marques Curvo, em Cáceres (MT), realizaram uma manifestação contra a desativação da unidade, na tarde de hoje (30). A escola é umas das unidades educacionais que serão desativadas, conforme orientativo enviado pela secretaria estadual de Educação (Seduc-MT).

O ato terá concentração na própria escola, Rua Bolívia, s/n, Zona Militar - atrás do auto elétrica Marista, nesta segunda (30/11) a partir das 17h30.

A Escola Prof. Milton Marques Curvo é uma unidade que atende Eja a mais de 40 anos em Cáceres, com uma grande demanda de alunos não pode fechar, afirma os organizadores.

Ainda de acordo com os organizadores “Precisamos lutar pelos CEJAS de nosso estado. Precisamos garantir a identidade, o direito e legitimidade da Educação de Jovens e Adultos”.

'É importante lembrar que a extinção do CEJA Prof. Milton Marques Curvo gera impacto direto nas demais escolas estaduais de Cáceres! Pois, além de remanejar alunos, nós professores seremos lotados em outras instituições de ensino da rede. E isso poderá ocasionar reminiscência de alguns profissionais que estão achando que o problema não lhe atinge!', alertou um dos organizadores.

A escola foi criada em 1981 em como Centro de Ensino Supletivo. Desde 1998 o Milton Marques Curvo, atende fora de seu espaço físico, em outras instituições escolares denominadas ‘salas anexas ou extensão’.  A partir de 2009, a escola mudou de denominação passando a se chamar Centro de Educação de Jovens e Adultos (CEJA), Professor Milton Marques Curvo. 

Neste ano a unidade teve mais de mil matrículas para atender a população cacerense. A unidade tem um programa que combate a evasão escolar, onde os professores vão até os alunos para reinserir na Educação para Jovens e Adultos. A unidade também é composta por diversos profissionais que completaram seu Mestrado voltados para a modalidade do Ensino Supletivo.

(Com informações Folha 5)