PUBLICIDADE

X

ESPORTE

Domingo, 19 de Abril de 2020, 15h:11

Olho 376 acessos A | A

ABRIRÃO MÃO

Jogadores e técnico da Roma abrem mão de quatro meses de salário para ajudar clube durante crise

Por: ESPN

Getty Images

Clique para ampliar

Time da Roma posado antes de jogo contra o Wolfsberger, pela Liga Europa

A Roma anunciou neste domingo (19) por meio de uma nota oficial no seu site, que os jogadores do clube e o treinador Paulo Fonseca abrirão mão de 4 meses de salário por conta crise econômica gerada pela pandemia do novo coronavírus.

A última partida da Roma foi no 1º dia de março e o Campeonato Italiano segue suspenso sem previsão para retorno. De acordo com a nota, os jogadores entraram em contato com o quadro executivo oferecendo abrir mão dos salários no mês de março, abril, maio e junho.

A ideia dos jogadores é que os outros funcionários do clube não sofram reduções salariais. A nota também prevê que os acordos individuais com cada jogador serão finalizados na próxima semana.

"Sempre conversamos sobre a unidade de propósitos da nossa empresa e, através da escolha espontânea de cortar o salário para o resto da temporada, os jogadores, o técnico e sua equipe demonstraram que estamos realmente todos juntos", afirmou o Chefe Executivo da Roma, Guido Fienga.

"Dzeko, todos os jogadores e o Fonseca mostraram que realmente entendem o que este clube representa e também agradecemos a eles pelo magnífico gesto em relação aos nossos funcionários", completou.


Leia mais sobre este assunto