PUBLICIDADE

X

FIPe 2018

Terça-feira, 16 de Julho de 2019, 08h:41

Olho 393 acessos A | A

IFMT NO FIPE

Ofertas de cursos, observação em telescópio e doação de mudas movimentaram o estande do IFMT no 38º FIPE

Por: Edna Pedro I IFMT

Assessoria

Clique para ampliar

Além do estande, o campus participou na edição 2019 do festival das atividades de fiscalização da pesca e na oferta das oficinas ambientais realizadas no auditório do Centro de Convenções Maria Sophia da Silva Leite.

Durante cinco dias do Festival Internacional de Pesca Esportiva de Cáceres, 38º FIPe, equipes formadas por servidores, estagiários e estudantes do Instituto Federal de Mato Grosso, IFMT Campus Cáceres Prof. Olegário Baldo dialogaram com a comunidade sobre ações de ensino, pesquisa e extensão e divulgaram o cronograma de ofertas de cursos da educação básica ao ensino superior, promovidos pela instituição. Com visitação de centenas de pessoas, o estande do campus possibilitou desde observação do céu, galáxias, estrelas e planetas, por meio de telescópio, à demonstrações de sistemas integrados de horticultura e piscicultura e doação de mudas florestal, condimentar e ornamental. As demonstrações integram projetos desenvolvidos nocampus em cursos técnicos integrados ao ensino médio, técnico subsequente e do ensino superior.

“Agradecemos e parabenizamos a toda comissão responsável. Esse trabalho é muito importante para difundir as ações do nosso campus, prestar contas e ampliar os espaços de diálogo com a sociedade, demonstrando também o universo de possibilidades geradas pela educação da rede federal no nosso município e em todo o estado, a partir de nossos cursos da educação básica ao ensino superior, afirma o diretor-geral do IFMT Cáceres, Professor Salmo César da Silva.

A possibilidade de ver a lua, as estrelas e observar o céu nas lentes de um telescópio encantou crianças, jovens e adultos em visita ao estande. O equipamento de alta tecnologia integra o projeto de Observação Celeste e Astrofotografia no IFMT Campus Cáceres que tem o objetivo de incentivar o estudo da Astronomia e da Cosmologia entre estudantes de ensino médio do campus. O projeto coordenado pelo professor Lucas Jorge foi representado no estande do IFMT pelo servidor Oscar Ortega e as estudantes Ariany dos Santos e Isabela Freitas.

Além do céu, os visitantes do estande do IFMT puderam observar e conhecer em pequenas lupas a estrutura anatômica de diversos tipos de madeira. A Xiloteca, como é chamada a coleção biológica de madeira foi produzida no curso de bacharelado em Engenharia Florestal sob a coordenação do professor Everton Almeida e é utilizada como material didático para estudo da anatomia da madeira. Também foi apresentada pelo acadêmico Mayki de Farias, Coleção Entomológica confeccionada pelos estudantes de Engenharia Florestal, sob a coordenação do professor Alexandre dos Santos na identificação e estudo de insetos.

Durante todos os dias do estande, o campus distribuiu gratuitamente mais de 1000 mudas florestal, condimentar e ornamental produzidas pelos acadêmicos como atividade de ensino-aprendizagem no viveiro de Engenharia Florestal da instituição, sob a coordenação dos professores Reginaldo Antonio Medeiros e José Renato Maurício da Rocha. Em meio as explanações sobre as características e utilidades das plantas, o acadêmico Ari Fernandes Montecchi conduziu as orientações sobre o plantio e manejo dos vegetais em conjunto com acadêmico Ighor Campos.

Entre as atividades da área de Agropecuária, o professor Pedro Costa trouxe para o estande a demonstração de experimento de sistema integrado de piscicultura e horticultura com técnica de hidroponia. Na oportunidade, o campus também apresentou o cronograma de cursos para 2020, com vagas para cursos técnicos integrados ao ensino médio, curso subsequente ao ensino médio e cursos superiores.

A comissão responsável pela participação do IFMT Cáceres no FIPe foi formada por 17 servidores. Além do estande, o campus participou na edição 2019 do festival das atividades de fiscalização da pesca e na oferta das oficinas ambientais realizadas no auditório do Centro de Convenções Maria Sophia da Silva Leite.

Economia e sustentabilidade

A base do mobiliário e utilitários para exposição do estande foi confeccionado no próprio campus em projetos de educação ambiental com reciclagem e reutilização de materiais do curso de Engenharia Florestal, coordenados pela professora Gláucia Alves e Silva e de iniciativas envolvendo servidores no setor de marcenaria do campus. Entre os utilitários, mesas em madeira de teca com matéria prima própria extraída da área experimental de floresta nocampus a partir da iniciativa de criação, designer e confecção dos servidores André Bassan Antelo, Hans Marquardt e do colaborador terceirizado Deuzelino de Oliveira. A finalidade da confecção das mesas é atender o corpo docente nas atividades em sala de aula.

Para o diretor de Administração e Planejamento do Campus Cáceres, Marcelo de Oliveira Galvão, iniciativas como a dos servidores têm sido fundamental para manutenção das atividades.

“Nosso campus sempre primou pelo uso responsável dos recursos e pelo princípio da economicidade da administração pública, incluindo ações no âmbito administrativo e pedagógico sobre o uso sustentável da biodiversidade. Nesse momento de dificuldades financeiras em que estamos submetidos,iniciativas como a do setor de marcenaria demonstram o comprometimento dos nossos servidores para assegurar o funcionamento das atividadeseducacionais que estamos projetando aqui nesse estande”, afirma Galvão.

A estrutura física do estande foi cedida, a partir da parceria acordada desde 2017, entre o IFMT e a Prefeitura Municipal de Cáceres, por meio da Secretaria Municipal de Turismo e Cultura, responsável pela organização do FIPe. 


Leia mais sobre este assunto