PUBLICIDADE

X

MATO GROSSO

Quarta-feira, 06 de Fevereiro de 2019, 18h:41

Olho 2763 acessos A | A

APÓS BRUMADINHO

13 barragens hidrelétricas de MT serão vistoriadas pela Aneel, entre elas quatro na região de Cáceres

Por: Thalyta Amaral - GD

Assessoria

Clique para ampliar

PCH Ombreiras, localizado no Rio Jauru em Araputanga - MT

A barragem da Usina Hidrelétrica de Manso e outras 13 barragens do mesmo tipo em Mato Grosso serão vistoriadas até maio pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Em cinco meses serão fiscalizadas 142 usinas hidrelétricas em 18 Estados, além do Distrito Federal. Nessa primeira etapa passaram por vistoria as barragens de hidrelétricas classificadas como de “dano potencial alto”.

Também passarão por vistoria no estado as barragens das usinas hidrelétricas de Itiquira, Primavera (município de Poxoréu), Juína, Salto (entre os municípios de Indiavaí e Jauru), São Lourenço (Juscimeira), Ombreiras (entre Araputanga e Jauru), Figueirópolis (em Figueirópolis D’Oeste), Bocaiúva (Brasnorte), Graça, Brennard (entre Barra do Bugres e Tangará da Serra), Pampeana (entre Barra do Bugres e Tangará da Serra), Juba I (Tangará da Serra), Poxoréu e Inxú (entre Campo Novo do Parecis e Nova Maringá).

Parte da inspeção será feita pelas agências estaduais conveniadas e no caso de Mato Grosso, quem auxiliará nesse trabalho é a Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados (Ager). Segundo a Aneel, o “dano potencial alto” diz respeito à área e pessoas afetadas pela usina, ou seja, regiões com maior população próxima às barragens.

Assessoria

44_20110131101506_0.jpg

PCH Indiavaí, localizada no Rio Jauru em Araputanga - MT

Além das vistorias presenciais, em cumprimento às deliberações da Resolução do Conselho Ministerial de Supervisão de Respostas a Desastres, a Aneel está determinando à todas as usinas que fiscaliza, inclusive as que são avaliadas como de menor risco, a atualização dos Planos de Segurança de Barragens e do Plano de Ação Emergencial. E a partir desse ano esses documentos devem ser assinados não só pelo responsável técnico como também pelo presidente da empresa.

 

(Com informações da Aneel)

GALERIA DE FOTOS