PUBLICIDADE

X

NOTÍCIAS

Quarta-feira, 14 de Agosto de 2019, 13h:47

Olho 338 acessos A | A

CÁCERES

Cáceres contará com núcleo do GAECO após regionalização

Outras três cidades do interior passam a contar com força tarefa do grupo. A fronteira com a Bolívia é a grande preocupação das forças de segurança.

Por: Joner Campos I Cáceres Notícias

joner.campos@caceresnoticias.com.br

Joner Campos

Clique para ampliar

O coordenador dos GAECOs regionais, promotor Mauro Zaque em fala durante a reunião do GGIF.

O Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (GAECO) foi regionalizado em Mato Grosso e o município de Cáceres acabou contemplado com o novo núcleo. A regionalização foi debatida ainda no mês de maio durante a II Conferência Regional de Segurança e Defesa na Fronteira Oeste. Além de Cáceres, as cidades de Barra do Garças, Rondonópolis e Sorriso passam a contar com núcleos do grupo.

A medida é uma iniciativa do procurador geral do MPE de Mato Grosso, José Antônio Borges e foi publicada no dia 21 de Março deste ano no Diário Oficial do Estado. De acordo com o coordenador dos GAECOs regionais, promotor Mauro Zaque, Cáceres é um dos municípios que mais precisam da atuação do núcleo. “Eu sempre tive em mente que Cáceres teria que ter profissionais do GAECO, em razão da sua proximidade com a fronteira com a Bolívia, então é um ponto estratégico. Vai funcionar em formato de uma força tarefa na cidade, com a participação da Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil, Ministério Público e estamos alinhando junto também com a Polícia Militar. Isso para que possamos vir com uma estrutura com tecnologia de ponta pra agregar valor no combate às organizações criminosas”, afirma Zaque.

IMG_1326.jpg

O coordenador regional do GAECO em Cáceres, promotor Augusto dos Santos participou da Reunião do GGIF

Em entrevista ao Cáceres Notícias, o coordenador dos GAECOs regionais também falou sobre o trabalho já realizado pelo grupo e destacou a vinda de armamentos para as forças policiais na fronteira. “Já há algum tempo o MPE vem conseguindo recuperar bens e quantias obtidas de forma ilícita por indivíduos e empresas e reverter ao estado. Fizemos a entrega ao governo do estado de duas aeronaves, uma com UTI aérea e agora trabalhamos para adquirir recursos para comprar novos fuzis que vão equipar os profissionais do Gefron, armamento importado e de última geração”, diz o promotor.

Na ocasião da II Conferência Regional de Segurança e Defesa na Fronteira Oeste, o coordenador regional do GAECO em Cáceres, promotor Augusto dos Santos, acrescentou  que o foco do Gaeco é estrangular os ilícitos por meio da persecução dos crimes de lavagem de dinheiro e organização criminosa. “A fronteira não é para amadores. Precisamos ter consciência disso para que possamos dar o verdadeiro enfrentamento profissional dentro da atribuição de cada um que aqui se encontra”, completou.


Leia mais sobre este assunto