PUBLICIDADE

X

POLÍCIA

Quarta-feira, 09 de Outubro de 2019, 16h:47

Olho 1932 acessos A | A

A MÃO QUE BALANÇA O BERÇO

Babá obriga menino de 3 anos a fazer sexo oral e queima rosto de criança com cigarro

Por: Rafael Machado

Reprodução

Clique para ampliar

Na delegacia, foi preciso conter a mãe do menino, que estava revoltada e tentou dar uma surra na ex-babá.

A mãe de um menino de três anos denunciou à Polícia Militar que a babá de seu filho estuprou a criança e ainda queimou partes do corpo. O caso ocorreu na terça-feira (08), no bairro Parque Del Rey, em Várzea Grande.

Segundo a mulher, a babá, de 17 anos, que havia sido demitida, ligou para ela contando que obrigou o menino a fazer sexo oral nela e que a criança a havia mordido. Irritada, a menor disse que queimou a criança com um cigarro e ainda que pegou uma máquina de lavar roupas para "pagar a dívida".

Após a denúncia, a polícia foi a até a casa da menor e apreendeu a máquina.

Na delegacia, foi preciso conter a mãe do menino, que estava revoltada e tentou dar uma surra na ex-babá.

O caso vai ser investigado pela Polícia Civil.

Virou rotina

A mãe de um menino de 8 anos, M.H.S.O., procurou a delegacia para denunciar que o filho teria sido estuprado por dois meninos de aproximadamente 10 anos, no banheiro da Igreja Assembleia de Deus do bairro Centro América, e Cuiabá. O fato teria acontecido na noite de segunda-feira (07).

De acordo com o boletim de ocorrência, o estupro foi notado pela avó do garoto, que também estava na igreja. Ela percebeu que o neto estava estranho, mancando, por volta de 20h.

Ao chegar em casa, tanto a avó quanto a mãe questionaram a criança sobre o que tinha acontecido e o menino passou a relatar o crime.

Também em Cuiabá, na noite de domingo (06), um homem identificado pelas iniciais A.S.S foi acusado de ter estuprado o filho de apenas três anos.

O caso revoltante aconteceu no bairro Novo Colorado, na Capital. De acordo com a PM, assim que retornou para a casa, a mãe da criança notou que o menino reclamava de dores no ânus e, espontaneamente, a criança contou que o pai havia introduzido o dedo, logo após a mãe ter saído de casa. A mãe acionou a polícia e o marido foi preso em flagrante.