POLÍCIA

Quarta-feira, 11 de Outubro de 2017, 23h:51

Olho 6829 acessos A | A

ELUCIDAÇÃO

Dois homicídios em Cáceres são elucidado com a prisão de "Estouradinho", ele é o principal suspeito

“Estouradinho”, é o principal suspeito pelos homicídios de duas vítimas, sendo a primeira Luiz Cleverson Ramos Silva (25 anos) conhecido pelo apelido de "Kiko Bode”, e de Claudio Regis Ferreira da Cruz, de 21 anos.

Por: JONER CAMPOS

Cáceres Notícias/PJC

Clique para ampliar

“Estouradinho”, é o principal suspeito pelos homicídios de duas vítimas, sendo a primeira Luiz Cleverson Ramos Silva (25 anos) conhecido pelo apelido de "Kiko Bode”, e de Claudio Regis Ferreira da Cruz, de 21 anos.

No final da tarde de quarta-feira (11), a Polícia Civil de Cáceres (MT), prendeu, Walison Silva Rodrigues, 20 anos, vulgo “Estouradinho”, pelos homicídios de duas vítimas, sendo a primeira Luiz Cleverson Ramos Silva (25 anos) conhecido pelo apelido de "Kiko Bode”, e de Claudio Regis Ferreira da Cruz, de 21 anos.

Esta é a primeira prisão relacionada aos homicídios ocorrido em setembro, em Cáceres.

No dia 23 de setembro, dois suspeitos em uma motocicleta alvejaram a vítima Luiz Cleverson Ramos Silva, "Kiko Bode”, o homicídio aconteceu na Avenida Nossa Senhora do Carmo, próximo a Escola Frei Ambrósio.

Já no dia 24, por volta das 21 horas, a vítima Claudio Regis Ferreira da Cruz foi surpreendida no portão de sua residência, no bairro São Lourenço, onde foi alvejado por vários disparos de arma de fogo.

A prisão de Walison, na cidade de Cáceres, foi um trabalho realizado pela equipe do Grupamento de Apoio do 6º Batalhão da Polícia Militar, após localizar e checar que o mesmo estava com mandato de prisão, conduziu o suspeito até a Delegacia.

Na 1ª Delegacia de Cáceres, o suspeito negou a participação dele no crime, afirmando que seria ele o autor dos homicídios.

Segundo o investigador da Policia Judiciaria Civil, Rosinei Neves, o suspeito Walison Silva Rodrigues, vulgo “Estouradinho”, é um dos responsáveis pelas duas mortes, e que testemunhas reconheceram o mesmo nos dois locais dos crimes.