PUBLICIDADE

X

POLÍCIA

Terça-feira, 16 de Janeiro de 2018, 23h:53

Olho 9239 acessos A | A

CASAL CÚMPLICE

Mãe de bebê abandonado em Cáceres é identificada e diz que deu o bebê ao casal

A mulher disse que teve o filho na residência do casal e que depois teria dado a criança, pois não tinha intenção de criar o bebê.

Por: Joner Campos

Reprodução

Clique para ampliar

De acordo com a Delegada Judá Maali, o casal teria tomado algumas atitudes para poder legitimar a adoção da criança, entre elas as estórias estariam contraditórias, o que chamou a atenção da delegada e dos investigadores.

A Polícia Civil de Cáceres identificou a mãe do recém-nascido que foi encontrado na calçada de uma casa no Residencial Dom Máximo em Cáceres, a 223 km de Cuiabá, como sendo uma mulher de iniciais E. A. R (36 anos), porém após as investigações apareceram outras informações contraditórias nos depoimentos das testemunhas.  

Segundo os primeiros depoimentos do morador A. R.  C. (29 anos) e de sua esposa, os mesmos teriam ajudado a mulher antes não identificada a dar luz a criança e que posteriormente a mesma teria sumido, abandonando o bebê.  

Porém nas averiguações e investigações feitas pela Delegada Judá Maali Pinheiro Marcondes, outras informações começaram a vir à tona, após algumas pessoas informarem o nome da mulher que havia dado a luz ao bebê, os investigares conseguiram localizar a mulher, que de pronto confessou ser a mãe do bebê, porém disse que não abandonou a criança e sim que teria dado o bebê ao casal.  

No depoimento na delegacia, mulher relatou que este é seu sexto filho e que teria combinado com o casal que daria esse bebê aos dois. Na noite do domingo (14) A. R. C. (29 anos) e sua esposa teria sido avisados pela gestante que estava entrando em trabalho de parto, o casal foi até a residência da mulher de iniciais E. A. R (36 anos) e buscou a mesma para ter a criança na residência do casal.  

 

 

Foi tudo preparado para a checada do bebê, foi colocado um plástico sobre a cama e a mulher teve a criança, por volta 3h da manhã o bebê teria nascido, e que já por voltas das 7 horas da manhã da segunda-feira (15) o casal levou a mãe até a sua residência e ficou com o bebê.  

De acordo com a Delegada Judá Maali, o casal teria tomado algumas atitudes para poder legitimar a adoção da criança, entre elas as estórias estariam contraditórias, o que chamou a atenção da delegada e dos investigadores.  

Porém com as informações coletadas no depoimento da mãe da criança o casal vai responder por falsa comunicação de crime e por falso testemunho, segunda a delegada.  

O bebê encontra-se internado no Hospital São Luiz, em Cáceres, e deverá ir para um abrigo no município, até a adoção, pois a mãe não tem interesse em continuar com a criança.


Leia mais sobre este assunto