PUBLICIDADE

X

POLÍCIA

Quinta-feira, 10 de Outubro de 2019, 18h:06

Olho 3376 acessos A | A

BÁRBARO

Menor "arranca" a cabeça de vizinha após ser chamado de vagabundo e de ladrão

Por: Redação

Reprodução

Clique para ampliar

A vítima foi encontrada morta e em avançado estado de decomposição, em 6 de outubro, no interior de sua residência, na Linha Julião.

Polícia Civil de Juara (709 km a Médio-Norte da Capital) identificou e apreendeu, nesta quarta (9), um adolescente pela autoria do bárbaro homicídio que vitimou Fátima Pupo Camargo, 45 anos. O menor era vizinho da vítima e decidiu matá-la supostamente por ter sido injuriado por ela.

A vítima foi encontrada morta e em avançado estado de decomposição, em 6 de outubro, no interior de sua residência, na Linha Julião. Assim que foi acionada da ocorrência, a equipe da Polícia Civil iniciou as investigações, que apontaram o menor como autor do homicídio.

O adolescente, acompanhado de sua mãe e do Conselho Tutelar, foi ouvido pelo delegado, Carlos Henrique Engelmann, ocasião em que confessou que matou a vítima e deu detalhes sobre a ação e motivação dos fatos.

Segundo o adolescente, após uma situação em que foi injuriado pela vítima, ele entrou na casa dela durante a madrugada e a golpeou com diversos golpes da faca enquanto ela dormia. Ao ver a vítima agonizando, o adolescente aplicou um golpe na região da garganta, decepando a sua cabeça e finalizando o crime.

 “O menor disse que decidiu matar a sua vizinha, pelo fato de ela o ter chamado de vagabundo e ladrão", disse o delegado. O inquérito policial será convertido em procedimento especial de apuração de ato infracional e assim que concluído será encaminhado ao judiciário e a promotoria cível de Juara.