PUBLICIDADE

X

POLÍCIA

Sexta-feira, 17 de Maio de 2019, 10h:44

Olho 1219 acessos A | A

ONDA DE FURTOS

Novo alvo dos ladrões em Cáceres são os hidrômetros, equipamentos que medem consumo de água

A suspeita é que os ladrões roubam para vender o material que reveste o equipamento.

Por: Joner Campos I Cáceres Notícias

Reprodução

Clique para ampliar

A Autarquia Águas do Pantanal orienta aos seus usuários que tiveram sido vítimas dos marginais, que registrem o boletim de ocorrências, pois a reposição dos hidrômetros somente será realizada após a apresentação deste documento.

Nem os hidrômetros escapam de criminosos no Cáceres. Só esta semana, quase 20 hidrômetros já foram furtados. Segundo a Autarquia Águas do Pantanal, houve um aumento dos casos dessa natureza em Cáceres.

Utilizado para medir o consumo de água em estabelecimentos e residências, o hidrômetro virou alvo de ladrões por causa do material que reveste o equipamento, que é revendido.

Na maioria dos casos a ação dos bandidos é feita da mesma forma. Na madrugada, os criminosos vão nas residências ou nas lojas, fecham o registro e utilizam ferramentas ou giram o hidrômetro com força para retirá-lo do local.

No centro, um morador que preferiu não se identificar chegou a colocar uma grade na frente e outra atrás da porta da caixa do hidrômetro e cadeado. Ele já foi furtado. Ao lado, num condomínio de dez apartamentos o equipamento também foi roubado. Essa é a segunda vez que o aparelho é levado por bandidos.

O morador do bairro Vila Mariana, Vanderson Gonzaga dos Reis diz que somente notou que o hidrômetro havia sido furtado após faltar água em sua residência, e que não sabe quem efetuou o furto.

O empresário James Parreira Duarte teve o hidrômetro de sua oficina mecânica na área central de Cáceres, furtado e ele contou ao Cáceres Notícias que se na tarde de ontem (16) teria notado a falta de água, e percebeu que a sua empresa que fica na Rua General Osório havia sido mais uma vítima dos bandidos.

A Autarquia Águas do Pantanal orienta aos seus usuários que tiveram sido vítimas dos marginais, que registrem o boletim de ocorrências, pois a reposição dos hidrômetros somente será realizada após a apresentação deste documento. “A princípio a autarquia fornece gratuitamente apenas o primeiro hidrômetro, já o segundo será cobrado em outros casos. Por isso, é importante o proprietário comprovar a ocorrência do furto o mais rápido possível para não haver nova cobrança. Atos de vandalismo seguem o mesmo procedimento”, destaca o diretor, Paulo Donizete da Costa.

A Polícia Civil disse que está investigando todos os casos.