PUBLICIDADE

X

POLÍCIA

Quinta-feira, 15 de Outubro de 2020, 23h:46

Olho 578 acessos A | A

EXTRAÇÃO ILEGAL

PF acusa pai e filho de extraírem R$ 2,7 mi em ouro ilegal ao mês em Pontes e Lacerda

Por: Redação

Reprodução

Clique para ampliar

Desde o ano de 2016, extraindo ilegalmente cerca de oito quilos de ouro por mês - o que totaliza R$ 2,7 milhões

A Polícia Federal prendeu um homem e apreendeu carros de luxo na segunda fase da Operação Papagaio de Ouro, deflagrada nesta quinta-feira (15), em Pontes e Lacerda (443 km de Cuiabá).

A ação tem como objetivo desarticular uma suposta associação criminosa voltada à exportação ilegal de ouro.

Há fortes indícios de que os investigados, pai e filho, estariam em atividade desde o ano de 2016, extraindo ilegalmente cerca de oito quilos de ouro por mês - o que totaliza R$ 2,7 milhões -, utilizando-se de diversas pessoas e máquinas de grande porte.

As medidas foram determinadas pela 2ª Vara Federal de Cáceres, tendo em vista que os investigados estariam ocultando o patrimônio adquirido ilegalmente.

Os policiais apontam que os suspeitos estariam prejudicando as investigações e dificultando a recuperação dos valores obtidos com a prática.

No curso da investigação, já foram apreendidos diversos veículos, máquinas, imóveis, gados e valores obtidos com a exploração ilegal de ouro.

Tais medidas visam descapitalizar a associação criminosa e demonstrar que o crime não compensa.

O nome da operação é uma referência ao Córrego do Papagaio, local onde a investigação teve início.

A Polícia Federal recebeu uma denúncia de que a área estava sendo poluída com os rejeitos do garimpo ilegal.