PUBLICIDADE

X

POLÍCIA

Sexta-feira, 31 de Julho de 2020, 08h:55

Olho 1418 acessos A | A

OPERAÇÃO AFOGADOS

Polícia Federal prende quatro em desdobramento a apreensão de 288 kg de droga no Pantanal

Por: WESLEY SANTIAGO I OD

Reprodução

Clique para ampliar

Polícia Federal prende quatro em desdobramento a apreensão de 288 kg de droga no Pantanal

A Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã desta sexta-feira (31), a 'Operação Alagados', um desdobramento da ação conjunta do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) e da Polícia Federal (PF), realizada em maio do ano passado, que terminou com a apreensão de 288 kg de cocaína em carroceria de uma caminhonete, na região do Pantanal, em Poconé (104 Km de Cuiabá).

No total, foram cumpridos quatro mandados de prisão e a mesma quantidade de buscas e apreensões. 

As prisões dos acusados foram realizadas em Cuiabá (2), Nossa Senhora do Livramento e Poconé. Esta última em uma fazenda da região.

Apreensão no ano passado

Uma ação conjunta do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) e da Polícia Federal (PF), apreendeu 288 quilos de substância análoga à pasta base de cocaína, na região do Pantanal, em Poconé (104 Km de Cuiabá). A droga estava escondida na carroceria de uma caminhonete abandonada na estrada. Até o momento nenhum suspeito foi preso.

Os policiais realizavam patrulhamento na região quando avistaram um veículo e sinalizaram para que ele parasse, mas o condutor acelerou e fugiu. Nesse momento, foram realizados bloqueios na região para localizar a caminhonete, que foi encontrada abandonada. A droga estava na carroceria, separada em tabletes. Os ocupantes do veículo fugiram pela região de mata. 

Antes, uma operação conjunta do Gefron com a Polícia Federal de São Paulo apreendeu mais de 973 quilos de substância análoga à cocaína. A droga saiu da Bolívia em uma aeronave com destino ao município de Biritiba-Mirim, interior de São Paulo.

Com a troca de informações entre as polícias dos dois estados, parte da droga foi encontrada em uma caminhonete em uma propriedade rural e outra parte estava enterrada. Três pessoas, entre eles, o piloto da aeronave, foram presos.