PUBLICIDADE

X

POLÍCIA

Sexta-feira, 03 de Junho de 2022, 10h:32

Olho 1785 acessos A | A

POSSESSIVO E AGRESSIVO

Três anos após matar a ex-companheira, assassino é condenado em júri popular

O réu Gedeon Silva de Moraes foi condenado a 16 anos de prisão por matar a ex-namorada Daiane Oliveira Barbosa.

Por: Redação do GD

Christiano Antonucci/Secom

Clique para ampliar

Três anos após matar a ex-companheira, assassino é condenado em júri popular

O réu Gedeon Silva de Moraes foi condenado a 16 anos de prisão por matar a ex-namorada Daiane Oliveira Barbosa. O crime ocorreu em 2019 e o júri popular foi realizado no dia 1º de junho, em Porto Alegre do Norte.

Conforme informações da sentença, o casal havia namorado por 7 meses e chegaram a morar juntos. Quando o crime ocorreu, o rompimento era recente e o acusado não aceitava que a mulher o deixasse.

Aos familiares, ela disse que queria terminar porque o homem era agressivo.

“Na data dos fatos, o indiciado foi até a residência da vítima, ciente de que ela estava sozinha, e apertou o pescoço dela com as mãos. Na sequência, com uma faca, ele esgorjou o pescoço da vítima, realizando ‘movimentos de vai e vem’. A vítima foi a óbito por choque hipovolêmico”, narra a denúncia”, diz trecho da denúncia feita pelo Ministério Público Estadual (MPE).

Após audiência, os jurados reconheceram a autoria do crime e o assassino foi condenado a 16 anos e 8 meses de prisão, sem direito a recorrer em liberdade. Ele foi enquadrado nas qualificadoras motivo torpe, emprego de meio cruel, mediante recurso que dificultou a defesa da vítima e contra a mulher por razões da condição de sexo feminino.

“A violência doméstica e familiar contra a mulher não ficará impune. A dor dos familiares e amigos de Daiane será eterna, mas espero que eles e toda a população saibam que o Ministério Público do Estado de Mato Grosso está comprometido com a causa e usará todos os recursos legais disponíveis para a prevenção e também a repressão de tais atos”, afirmou a promotora de Justiça, Vanessa Assis Baruffi.