PUBLICIDADE

X

POLITICA

Segunda-feira, 11 de Junho de 2018, 15h:56

Olho 120 acessos A | A

CÂMARA MUNICIPAL

Alta produtividade marca primeiro semestre do Legislativo Cacerense

Por: Sinezio Alcântara

Reprodução

Clique para ampliar

A produtividade do primeiro semestre soma um total de: Indicações - 163, Requerimentos - 81, Projeto de Lei - 24, Projeto de Lei Complementar – 06, Audiências públicas – 06. 

A Câmara Municipal de Cáceres iniciou o ano concretizando objetivos traçados,  rompendo paradigmas tanto de opiniões públicas, quanto no processo de evolução nos trabalhos desenvolvidos pelos vereadores desta Casas de Leis.
A produtividade do primeiro semestre soma um total de: Indicações - 163, Requerimentos - 81, Projeto de Lei - 24, Projeto de Lei Complementar – 06, Audiências públicas – 06. 
 
No que tange ao planejamento administrativo, priorizou-se restaurar e preservar o prédio do Legislativo, haja vista, tratar-se de um patrimônio cultural de nossa cidade, e também objetiva garantir qualidade no atendimento aos cidadãos cacerenses de forma digna e efetiva.  
Ainda dentro do esperado, foi concluída a reforma elétrica do prédio e a restruturação dos gabinetes dos vereadores, que se encontravam precários e sem condições mínimas de atender a população.
 
O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - IPHAN concedeu a autorização do Projeto da reforma do prédio ( Janelas, pintura) e reparos no (forro e telhado), estabelecendo a viabilidade técnica e o adequado tratamento do impacto ambiental, possibilitando a avaliação dos custos dos serviços e da obra. 
 
Esta condição de procedibilidade é uma conquista ímpar, pois este objetivo vem se arrastando por várias Legislaturas anteriores e que em fim conseguimos, juntamente com a mesa diretora, com os vereadores e o comprometimento dos servidores do Legislativo, em dar procedibilidade ao processo e buscar sua efetivação e execução ainda neste semestre. 
Além deste importantíssimo projeto, somente este ano, já realizamos 9(nove) licitações, e concluímos 25 (vinte e cinco)  processos administrativos. Trata-se de um superávit de planejamento. 
 
O objetivo para o segundo semestre  é estruturar e tentar executar o projeto da Sessão Intinerante, em que os vereadores realizarão sessões legislativas nos bairros de nossa cidade.
“Essa é mais uma luta da mesa diretora e de todos os vereadores, nossa meta é aproximar a população do Legislativo, é compreender o que os cidadãos estão clamando. E de forma conjunta  com a população inovar no setor político, encontrando meios e soluções para que hajam  crescimentos nos diversos segmentos da comunidade cacerense. Pois, esta prioridade em “escutar a população”, trata-se de uma prática marcada por esta Legislatura. Prova disto, são as diversas audiências realizadas entre vários setores representativos da comunidade cacerense que de forma interativa e participativa opinam no processo legislativo. Lutamos por uma Câmara forte e sabemos que para alcançarmos esta meta  é necessário fortalecer e incentivar a participação social”. Finaliza Domingos Oliveira.