PUBLICIDADE

X

POLITICA

Domingo, 19 de Abril de 2020, 18h:34

Olho 260 acessos A | A

MANDATO TEMPORÁRIO

Fávaro começa trabalho no Senado e avisa que é candidato para eleição suplementar

Por: Euziany Teodoro I Única News

Reprodução

Clique para ampliar

Ele também já confirmou que será candidato quando as eleições suplementares para a vaga no Senado forem marcadas.

O senador Carlos Fávaro (PSD), empossado nessa sexta-feira (17) para mandato temporário, até que sejam realizadas eleições suplementares para a vaga deixada por Selma Arruda (Podemos), afirma que vai trabalhar pela saúde e pela recuperação da economia, pois assume o mandato no meio de uma pandemia mundial do novo coronavírus.

Empossado pela manhã, ele já participou de sua primeira sessão e ajudou a votar pela aprovação da chamada “PEC do Orçamento de Guerra”, que prevê auxílio financeiro extra a estados e municípios, para investimentos exclusivos ao enfrentamento à COVID-19.

“Na minha primeira votação, aprovamos em segunda votação a PEC que libera recursos da União para os estados e municípios, para que possa fazer o atendimento ao cidadão. A matéria volta para a Câmara Federal e depois para sanção”, explicou.

Fávaro explicou que saúde e economia serão sua prioridade, mas mantendo o equilíbrio.

“Sem sombra de dúvidas, a prioridade são recursos para a saúde, às vidas que devemos preservar. Paralelo a isso, mas não separado, atender as questões econômicas e como dar suporte ao cidadão que está passando dificuldades, que está desempregado, que tem a sua atividade paralisada. As duas coisas têm que correr paralelas”, disse.

Ele também já confirmou que será candidato quando as eleições suplementares para a vaga no Senado forem marcadas. Até lá, pretende “honrar os 434 mil votos que recebeu”.

“Vou trabalhar muito. Vou honrar todos os mato-grossenses com trabalho. Quando tiver as eleições suplementares, eu vou disputar, sim, em honra aos 434 mil votos que recebi e que acreditaram no projeto. Vou honrar os que também não votaram em mim, mas que vão ter a oportunidade de conhecer o meu trabalho, a maneira de me dedicar, para que eu possa disputar as eleições suplementares e consolidar o mandato até o final dos 8 anos”, concluiu.