PUBLICIDADE

X

POLITICA

Quarta-feira, 26 de Maio de 2021, 15h:20

Olho 735 acessos A | A

CÂMARA MUNICIPAL

Pastorello apresenta projeto para garantia das aulas presenciais apenas após a imunização da educação

Por: Redação

Reprodução

Clique para ampliar

O projeto ainda passará pelas comissões de CCJ e Educação antes de ir à votação.

Na sessão da Câmara Municipal de Cáceres um projeto chamou atenção dos Profissionais da Educação Municipal. Um projeto de Lei Complementar, apresentado pelo vereador Cézare Pastorello - SD que inclui, entre os direitos específicos dos servidores da educação, o trabalho presencial apenas com a imunização das campanhas de vacinação corrente, o que inclui a vacinação de COVID19.
Perguntado sobre o porque do projeto, o vereador disse: “Os profissionais da educação são regidos pela Lei Complementar 47, com direitos e deveres diferentes dos demais servidores regidos pela LC 25. Então, diante de um possível retorno das aulas presenciais no Estado, apresentei o projeto incluindo nos direitos dos profissionais da educação o trabalho presencial somente após a imunização. O ideal seria que todos fossem vacinados, mas, com mais de 9 mil alunos na rede, a vacinação dos profissionais da educação, todos, sem exceção, é estratégica.”
Em outras sessões, outros vereadores, como a Vereadora Mazéh - PT, já haviam pedido à prefeita Eliene Liberato – PSB para que os professores fossem priorizados.
Na sessão, ao avaliar o pedido de urgência do autor, apenas 4 vereadores votaram contra: Larceda do Aki – PRTB, Isaías – Cidadania, Celso Silva – Republicanos e Negação – DEM. Os demais vereadores defenderam a tramitação emergencial, para que a lei entre em vigor antes que os alunos voltem para as salas de aula.
O projeto ainda passará pelas comissões de CCJ e Educação antes de ir à votação.