PUBLICIDADE

X

POLITICA

Terça-feira, 15 de Maio de 2018, 09h:05

Olho 451 acessos A | A

coleta de lixo

Pastorello propõe a revisão da coleta de lixo em Cáceres. “Passou da hora”, diz ele.

relatórios do Conselho Municipal de Meio Ambiente dão conta de que são levadas de 4 a 5 mil garrafas PET para o aterro,

Por: Assessoria

Assessoria

Clique para ampliar

relatórios do Conselho Municipal de Meio Ambiente dão conta de que são levadas de 4 a 5 mil garrafas PET para o aterro,

Durante uma discussão sobre os problemas da coleta de lixo em Cáceres, o vereador Cézare Pastorello (Solidariedade) disse que o Plano Municipal de Saneamento Básico precisa ser atualizado.

“Já estamos com ele implementado há mais de 2 anos. Já sabemos o que não está dando certo, precisamos ajustar. A coleta de lixo não levar folhas, grama e poda, por exemplo, já se tornou insuportável. No seu lugar o aterro está sendo entulhado com garrafas PET e outros recicláveis. Precisamos inverter essa situação.” Afirma o vereador Cézare Pastorello.

Atualmente, relatórios do Conselho Municipal de Meio Ambiente dão conta de que são levadas de 4 a 5 mil garrafas PET para o aterro, diariamente, o que mostra que a coleta seletiva não está dando conta de reter esse material, que é reciclável, mas, não biodegradável.

Por outro lado, folhas e grama, acumulam-se nas casas, comércios e até órgãos públicos, porque não são levados. E esse material se degradaria no aterro sanitário.

“Nosso Plano Municipal de Saneamento Básico prevê os LEV, Locais de Entrega Voluntária, para onde seriam levados todos os materiais recicláveis e os materiais de difícil descarte, como sofás, móveis, pneus e outros. Nesses mesmos locais deveriam ser depositadas as folhas, podas e grama, para serem destinadas à compostagem”, finaliza o vereador.

Pastorello e outros vereadores se dispuseram a dialogar com a Autarquia Águas do Pantanal e entidades afetas ao meio ambiente e saneamento básico para formalizar uma proposta de alteração.