PUBLICIDADE

X

POLITICA

Quinta-feira, 13 de Junho de 2019, 22h:19

Olho 421 acessos A | A

CÂMARA MUNICIPAL

Vereador convoca reunião para discutir situação de escola rural em Cáceres

Encontro será realizado na próxima terça-feira (18) na escola municipal do Assentamento Laranjeiras. Umidade tem rachaduras e cupins, segundo Denis Maciel (Avante).

Por: Joner Campos I Cáceres Notícias

Joner Campos

Clique para ampliar

O vereador do Avante, Denis Maciel, convocou para a próxima terça-feira, dia 18

O vereador do Avante, Denis Maciel, convocou para a próxima terça-feira, dia 18, uma reunião para discutir a situação da Escola Municipal Rural do Assentamento Laranjeiras, em Cáceres. De acordo com o parlamentar a situação do local é precária e oferece risco aos alunos e professores.

"A escola tem rachaduras na estrutura, na base, tem cupins já que é feita em madeira e isso praticamente impossibilita o aluno estudar sem risco. Nós já fizemos uma solicitação ao poder executivo municipal, eles realizaram alguns reparos, mas só isso não adianta", afirma Maciel.

A reunião com pais, alunos e professores terá a presença dos vereadores de Cáceres. "A princípio nós pensamos em chamar os pais e alunos para uma reunião aqui na Câmara, mas isso não contemplaria todos os interessados, então decidi que nós vereadores iríamos até eles", completa o vereador Denis Maciel.

A reunião acontece na próxima terça-feira (18) na Escola Municipal Rural do Assentamento Laranjeiras, às 13h30. "Durante esse encontro vamos discutir as diretrizes pra construção de uma nova estrutura pra escola e ver como o poder público pode ajudar essa comunidade", diz Denis.

Limpeza de terrenos

O vereador Denis Maciel também protocolou uma indicação ao poder executivo para que faça a limpeza de terrenos baldios do perímetro urbano de Cáceres. Segundo ele, a solicitação está sendo atendida. "Nós temos muitos terrenos sem uso em Cáceres e que estão tomados pelo mato. Nosso pedido é para que a prefeitura faça a limpeza e cobre dos donos dos terrenos o que for necessário. Isso é em respeito a população e uma medida de prevenção, já que nesses locais existem criadouros do mosquito Aedes aegypti, que transmite doenças.